Facebook Popup Widget



   Artigos

 Dicas de Poker no facebook Dicas de Poker no Twitter Clube Dicas de Poker

07/07/2016


As Virtudes de Jogar Short Stack
(por Ed Miller)


É muito comum ouvir pessoas falando sobre big stacks intimidando small stacks, geralmente jogando muito loose antes do flop e dando vários raises. Infelizmente, em um cash game, essa tática geralmente não oferece qualquer vantagem à pilha grande, uma vez que as fichas extras não entram no jogo. Isso é, se você tem $100 e eu tenho $1.000, estaremos em all-in depois dos primeiros $100, e meus $900 restantes não desempenham papel nenhum no restante da mão. Eu poderia colocar aqueles $900 extras em meu bolso que isso não o ajudaria (nem machucaria) de forma nenhuma.

Mas se você está com $100 e todos os outros na mesa têm $1.000, você realmente tem uma vantagem sobre eles. Na verdade, duas grandes vantagens.



Evitar jogar contra stacks mistos

Jogar contra stacks mistos é um dos aspectos mais complexos do no-limit hold'em. A estratégia pode mudar drasticamente devido aos diferentes tamanhos das pilhas. Se você está jogando $1-$2, com determinada mão deve ir de all-in contra um stack de $20, apenas pagar contra um de $200 e talvez aumentar (mas não ir de all-in) contra um de $1.000. Quando seus oponentes têm pilhas de tamanhos bem diferentes (ou seja, você esta jogando contra stacks mistos), o movimento ideal pode ser específico para cada um deles, devido aos diferentes tamanhos dos montantes.

Por exemplo, digamos que você tem $500 em uma mesa de $1-$2. Um jogador tight no UTG vai de all-in com $20. Um jogador fraco com $400 paga em seguida. Você está no button com 2 2. O que se deve fazer? Eu pagaria, uma vez que posso flopar uma trinca e levar um bom pote do jogador fraco. Mas, se ele tivesse desistido, eu faria a mesma coisa, já que eu ficaria praticamente no zero a zero (contra overcards) ou muito por baixo (contra um par maior), e provavelmente teria uma eqüidade negativa ao ficar sozinho contra o jogador em all-in.

Infelizmente, mesmo com o jogador fraco no pote, eu ainda teria -EV contra o jogador em all-in. O call do oponente fraco não muda o fato de que eu tenho que derrotar o adversário tight para levar o pote principal de $63. Eu paguei, mesmo com o jogador em all-in, porque acredito que a chance de levar um grande pote do oponente fraco valha a pena. Por causa dos stacks mistos, não havia uma jogada perfeita. Se eu quiser ganhar dinheiro de quem tem muitas fichas, tenho que ceder eqüidade para quem está com poucas.

Agora, coloque-se no lugar do jogador tight em all-in. Digamos que você tem Q Q e foi pago não por um, mas por dois jogadores, sendo o grande favorito. Existe uma grande chance de você triplicar. Além disso, o call do segundo jogador só aconteceu porque o stack dele era muito maior do que o seu. Se tivesse somente $20 também, teria desistido. O call só foi feito porque tanto ele quanto o jogador fraco estavam muito mais fortes do que você.

Contra stacks mistos sua tomada de decisão fica complicada, e você é forçado a assumir compromissos. Jogar com poucas fichas permite que você encare um tamanho padrão de stack (o seu), e se beneficie quando seus adversários enfrentarem staacks mistos.



Fold Equity sem risco

Fold Equity é o valor que você consegue quando seus oponentes desistem. A forma mais típica de gerar eqüidade de fold é apostando ou aumentando. Algumas vezes os outros jogadores fugirão e suas chances de levar o pote vão melhorar. Entretanto, essa eqüidade de fold tem um risco, uma vez que você pode perder qualquer quantidade que apostar. Mas, quando se tem poucas fichas, algumas vezes é possível conseguir isso sem ter que arriscar nada.

Digamos que você está numa mesa $1-$2, tem um stack de $20 e recebe J J. Dois jogadores entram de limp, cada um com $500, e você empurra all-in. Ambos pagam. O flop vem A 9 6 (não parece que sempre vem um ás?). Os dois oponentes dão check. O turn é o 10. Um jogador aposta $20 e o outro cai fora. O river é o K. Seu adversário mostra Q 10 e seus valetes vencem.

Então o outro jogador começa a reclamar, "Por que você tinha que apostar? Eu tinha um rei! Deveria ter levado essa". Porque seu oponente apostou no turn por você e o outro desistiu, você ganhou um pote que, de outra forma, teria perdido. Essa aposta teve fold equity não apenas para o apostador, mas também para você. Perceba que, ao contrário de quem apostou, você não precisou arriscar nada para conseguir isso. Veio automaticamente.

Se todos tivessem começado a mão com $20, você teria perdido o pote. No entanto, devido ao fato de que seus oponentes tinha dinheiro extra, você transformou uma derrota em uma vitória. Essa é a segunda vantagem de ser o short stack da mesa: conseguir fold equity sem risco.

Você pode dizer: "Mas ter uma pilha pequena de fichas significa que eu não posso tirar ninguém da mesa. Talvez eu tenha eqüidade de fold de graça algumas vezes, mas também não posso gerá-la sempre que quiser, pois não tenho o suficiente para apostar." Isso é verdade. Mas não anula nenhuma vantagem de ser o short stack da mesa. É apenas um resultado do que eu falei no começo, que diferentes tamanhos de stacks precisam de estratégias variadas. Em uma mesa de $1-$2, você tem uma gama de opções mais diversificadas à sua disposição com $20 do que com $200. Tudo que estou dizendo é que, se você tiver $20, geralmente será melhor se todos os seus oponentes tiverem $200, em vez de $20 também. Da mesma forma, se você tiver $200, será mais interessante que eles tenha $2.000, e não $200.

Os contadores de histórias dirão a você que ter um stack menor que o de todo mundo o colocará em desvantagem. Eles não apenas estão errados, como a verdade é o oposto disso. Não importa com quantas fichas jogue, você aproveitará as vantagens de quando as pilhas de fichas dos adversários forem muito maiores.


Artigo de Ed Miller, publicado na Revista Card Player Brasil Ano 1, Número 5.




Gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.