Facebook Popup Widget



   Artigos

 Dicas de Poker no facebook Dicas de Poker no Twitter Clube Dicas de Poker

12/08/2008


Running bad?
(por Christian Kruel)


Nada pode ser pior do que um jogador de poker sem a sua habitual confiança à mesa.


Todos os jogadores de poker, que se prezem, já tiveram e costumam ter, inevitavelmente, períodos do chamado "espraguejo" – a falta de sorte, em que tudo parece dar errado na mesa. Muitos profissionais acreditam que o verdadeiro teste de habilidade para um jogador profissional não acontece quando ele está com sorte e tudo vai bem, mas, sim, como ele joga e se comporta nos momentos de adversidade em que a sorte o abandona. Muitos jogadores decentes conseguem jogar bem quando estão tendo sorte ou mesmo quando ficam num Average Luck Factor; porém, após algumas semanas ou meses de bad beats, seu jogo se perde completamente. Para muitos jogadores, esse período horroroso, quando acontece, tende a virar um ciclo vicioso. Primeiro eles ficam com extrema falta de sorte e começam a perder dinheiro, o que afeta nitidamente a sua confiança, sempre ocasionando erros e jogadas incorretas ao seu jogo – o que resultará em mais perda de dinheiro, mesmo quando a sorte volte a ficar na média ou, até mesmo, a favor desses jogadores.

Ter confiança é uma das maiores características que um jogador consistente de poker pode ter. Perder a confiança é uma das maneiras mais seguras de se transformar um jogador consistente e vencedor em um jogador instável. É impressionante ver o quão rapidamente a confiança de jogadores tão sólidos vai por água abaixo num momento de "reta ruim" nos resultados, mesmo que essa "reta ruim" dure pouco. Eu conheço jogadores que vêm ganhando no poker consistentemente por vários anos e, então, quando começam a perder por algumas semanas, imediatamente começam a colocar em dúvida suas habilidades de jogo. Eles começam a pensar que talvez tenham tido sorte até aquele momento em suas carreiras. A realidade do poker é que há uma variação considerável no jogo e, ao longo dos anos, é inevitável não ter períodos de extrema falta de sorte, que podem durar semanas ou até meses e que farão com que bons jogadores percam dinheiro ou fiquem no zero a zero. Entretanto, no meio de uma bad run, muitos jogadores não pensam direito e começam a duvidar de suas habilidades mesmo que estejam apenas em um período natural de oscilações.

Um jogador sem a sua confiança não consegue ser efetivo. Jogadores vencedores, que perdem sua confiança, sempre farão ajustes malfeitos em seu jogo. Às vezes eles tornam-se muito agressivos, achando que, caso peguem uma boa mão, poderão recuperar tudo o que foi perdido. Eles tentam intimidar os adversários, tentando roubar potes e jogando de maneira mais solta do que o normal. Isso é sempre desastroso, pois esses jogadores já ficaram com a imagem desgastada por terem perdido até o momento e, freqüentemente, serão pagos por mãos marginais, fazendo com que o "ajuste" para o estilo "tiltado-loose" seja ineficaz. Há também o inverso, e mais comum de acontecer com os jogadores vencedores que estão numa fase ruim, que é o ajuste de seu jogo para uma maneira extremamente passiva. Isso resulta na perda de valor em várias apostas que poderiam fazê-lo vencedor, como: não apostar pós-flop com uma mão moderadamente forte, permitindo que seus oponentes (que não necessariamente estarão numa fase ruim e conseqüentemente com uma boa percepção do jogo) o vençam de maneira relativamente fácil. É comum um jogador nessa fase perder oportunidades. Perder oportunidades de bater os adversários com um raise pós-flop, e ajustar o jogo para um call, em razão de se jogar mais cautelosamente. Não tome decisões baseado no que aconteceu nas suas últimas 20 mãos. Caso você tenha perdido os últimos 20 potes, não quer dizer que você vai mudar seu estilo de jogo e permitir que a falta de sorte determine como você irá jogar. Jogue baseando-se na sua experiência, que o fez permitir ser vencedor ao longo dos anos. Como diz o ditado, "As cartas não têm memória". Mesmo se o seu par de Ás perdeu as últimas três vezes que você os jogou, não quer dizer que ele vá perder na próxima.

Reestabelecer a confiança após um período de perdas pode ser muito difícil, mas é extremamente importante. Não há uma fórmula simples para jogar com essa confiança novamente. Alguns jogadores gostam de se afastar um pouco do poker e deixar as feridas cicatrizarem. Outros gostam de jogar mais ainda durante uma bad run, achando que só com mais jogo é que ela passará mais rápido. Meu conselho é: durante uma fase dessas, tente assegurar suas vitórias o máximo possível, mesmo que elas sejam pequenas. Para mim, nada melhora minha confiança do que assegurar algumas vitórias, ou seja, "entubar algum lucro". Não importa o tamanho da vitória, uma vitória sempre é uma vitória, e emocionalmente sempre conta a favor. Comece a jogar e, caso você consiga ganhar um pouco, pare! A não ser que o jogo esteja extremamente fácil. Quando a sua confiança está abalada, não é recomendável jogar torneios heads-up e shorthanded, pois a oscilação é muito maior. Tente jogar jogos mais passivos e defendidos. Alguns jogadores gostam de colocar uma "margem" para perdas, como um "piso" (stop-loss), quando se está nessa maré.

Ninguém é exceção para esta regra, este artigo reflete muito o que pensei e aprendi durante essa estrada de nove anos como profissional de Hold’em. Pensem nisso!


Artigo de Christian Kruel, publicado na Revista Flop de Abril/2008.




Gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.