Facebook Popup Widget



   Artigos

 Dicas de Poker no facebook Dicas de Poker no Twitter Clube Dicas de Poker

01/11/2008


Mudando de fora para dentro
(por David Apostolico)


A maioria de nós tenta mudar de dentro para fora - quando tenta. Isto é, tentamos ver as coisas de modo diferente, abrir nossas mentes para novas idéias e desafiar nossas crenças atuais. Essas são maneiras válidas de se obter mudanças produtivas. Contudo, não são as únicas, e, na verdade, quando se trata de poker, a abordagem de dentro para fora pode até inibir mudanças. Por exemplo, muitos jogadores têm dificuldade em adotar uma atitude mais agressiva ou tentar mais blefes. Eles não estão preparados para fazer isso, e é muito difícil para esses jogadores tentar mudar algo que lhes é tão intrínseco.

Se você estiver tendo dificuldades em mudar sua atitude em relação à determinada falha em seu jogo, existe outra saída. Muitos estudos de psicologia cognitiva provaram que os indivíduos podem mudar de fora para dentro. Por exemplo, forçar-se a sorrir ou gargalhar pode fazer com que você se sinta feliz. Esse comportamento externo causa diretamente uma mudança de humor. O comportamento exterior pode afetar sua atitude. Aja de determinada maneira e você se sentirá dessa maneira.

Como isso pode ajudar seu jogo de poker? Analisemos um exemplo. Digamos que você esteja tendo dificuldade para blefar. Mesmo quando sabe que seu adversário é fraco e dará fold diante de uma aposta razoável, não consegue puxar o gatilho. Você não está conseguindo mudar sua atitude.

Porém, você reconhece o problema, o que é um bom primeiro passo. No entanto, até agora tem tentado corrigi-lo internamente, sem sucesso. Assim como se forçar a sorrir, obrigue-se a blefar. Perca o controle de todas as suas ações externas. Permita que a sua mão aja de modo independente e jogue as fichas em direção ao pote. Ceda a seu corpo e deixe que ele lhe guie. A primeira vez parecerá totalmente estranha para você e pode dar errado. Mas não desista, independentemente de como se sinta ou dos resultados. Espero pelo momento adequado e tente de novo. Logo você irá começar a acreditar. Se você acreditar, é bem mais provável que seus oponentes também acreditem.

O problema quando se tenta esse tipo de mudança internamente é que você tem que acreditar antes de pôr em prática. Trata-se de uma difícil barreira que muitos não conseguem superar. É difícil mudar uma atitude no vácuo quando não se sabe qual será o resultado. E, se você não acredita, seus oponentes acreditarão muito menos. Mudar requer convicção, e isso é difícil de se obter na arena incerta do poker. Todavia, agir de determinado modo faz com que você se sinta desse modo. As aplicações são infinitas.

Se você não é agressivo, comece a aumentar em vez de pagar. Quanto mais você aumenta, mais confortável se sente ao fazer isso, e logo passará a aumentar em vez de pagar de maneira instintiva. Se sempre precisa de cartas para jogar, force-se a jogar algumas mãos sem olhar para suas cartas. Tente usar sua posição e suas leituras para decidir como agir. Sem saber quais são suas cartas, você não as usará como muletas. Faça isso vezes suficientes e em breve você ampliará sua habilidade de manipular seus oponentes.

Não importa qual seja a empreitada, se você quer mudar, esteja aberto para uma abordagem diferente. Não há nada de errado em começar uma mudança de dentro. Isso funcionará muitas vezes e é preciso tentar. Mas, se não der certo, não desista. Force-se a mudar. Tome a atitude e veja aonde ela vai lhe levar. Force-se a sorrir e você pode simplesmente descobrir que é uma pessoa mais feliz com mais fichas vindo em sua direção.


Artigo de David Apostolico, publicado na revista Card Player Brasil Ano I - Nº. 6, 2008.




Gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.