Facebook Popup Widget



   Artigos

 Dicas de Poker no facebook Dicas de Poker no Twitter Clube Dicas de Poker

26/12/2008


Atacando os blinds
(por Chris Rhodes)


Como instrutor de limit hold’em para o Card Player Pro, da PokerSavvyPlus, eu recentemente concluí uma série de vídeos intitulada "Blind Sided", que aborda como atacar e defender os blinds. Ser capaz de encontrar valor em mãos medianas em torno dos blinds é vital para criar uma estratégia vencedora de limit hold'em.

Nesta coluna, irei abordar como ser o agressor em disputas desta natureza. Para simplificar, definirei uma "batalha por blinds" como qualquer situação em que a mesa rode em fold, e você seja o button. Eu considero que os benefícios de ser o agressor possui três componentes chave:

1. Escolha: em termos simples, você pode escolher quando colocar dinheiro no pote, e seus oponentes não. Ter a habilidade de descartar suas mãos mais fracas e escolher os tipos de mãos com as quais atacar, baseado em seus oponentes, é uma grande vantagem.

2. Posição pós-flop: pré-flop, você é forçado a falar antes dos blinds, mas, quando a maior parte do dinheiro entrar, você será o último. Pode ver seus oponentes tomando decisões antes de você gera muitos benefícios e lhe ajuda a ganhar e economizar apostas em streets posteriores.

3. Iniciativa: aumentar e colocar pressão em seus oponentes irá lhe ajudar a levar potes em que o flop não der uma mão forte a nenhum jogador. Roubar esses pequenos potes é importante para lhe manter no jogo enquanto você espera por mãos-monstro.

Agora que delineei os benefícios de atacar, você pode estar se sentindo pressionado a aumentar sempre que a mesa rodar em fold e você for o button, mas há algumas coisas a se pensar quando se decide tentar um "steal". Primeiro, você precisa levar em conta os tipos de jogadores que estão nos blinds. Se eles forem muito loose e provavelmente defenderão os blinds com quase qualquer tipo de mão, seguindo em frente com quedas quase mortas, você deve ficar mais tight, de modo a tentar apenas com a melhor mão.

De modo inverso, se os jogadores nos blinds forem tight, você deve atacar com mais freqüência, já que é possível ganhar os blinds de cara ou levar um pote pequeno com uma continuation bet no flop. Sua imagem também deve ser levada em conta. Se seus oponentes tiverem mostrado algum respeito por você, e você não tiver sido muito ativo nas últimas rodadas, pode-se ser convincente com o steal muito mais do que se estivesse jogando como um maníaco. Outra pequena consideração diz respeito ao fato de você estar jogando full table ou shorthanded. Embora se possa argumentar que não faz diferença, eu acredito que influa. Jogadores que escolhem shorthanded, provavelmente ficaram mais confortáveis em situações de roubo e defendem mais agressivamente. Jogadores em mesas completas em geral não gostam de executar steals e jogam mal nesses potes – algo que pode ser explorado.

Diretrizes gerais sobre a gama de mãos com as quais atacar foram traçadas abaixo, mas se lembre de proceder a ajustes quando necessário:

- Qualquer ás (AK a A2)
- Qualquer par (AA a 22)
- Reis médios ou maiores (K8+)
- Damas médias ou maiores (Q9+)
- Broadway (JT+)
- Suited connectors médios ou maiores (87 do mesmo naipe, 98 do mesmo naipe)

Agora que você decidiu atacar os blinds, existem algumas regras gerais sobre como agir pós-flop:

Se um blind pagar: quase sempre faça uma c-bet, pois você quer tentar levar o pote de imediato, mas manter a opção de dar check no turn. Eu não recomendo pedir mesa no flop como armadilha com uma mão alta, pois seu oponente geralmente achará estranho o fato de você não ter atirado e temerá um monstro.

Se ambos os blinds pagarem: aposte se você quiser continuar. Se o flop não lhe ajudar em nada, é razoável desistir, já que você provavelmente vai atrair ação. Eu recomendo apostar com qualquer par ou draw razoável.

Se alguém triplicar a aposta: jogue com mais cautela. É aqui que você deve tomar sólidas decisões de poker acerca da força de sua mão. Muito provavelmente você irão até o showdown, então se certifique de ter uma expectativa positiva.

Para uma discussão mais aprofundada sobre ataque aos blinds, incluindo exemplos de mãos, veja minha série de vídeos "Blind Sided" em www.cardplayer.com/pro. Quando você aprender a operar no modo de ataque, perceberá o aumento de sua taxa de vitória. Existe dinheiro para ser ganho em todos os blinds – então certifique-se de ser um dos que sairá lucrará!


Artigo de Chris Rhodes, publicado na revista Card Player Brasil, Ano 2 - Nº. 14, 2008.

Assine a revista Card Player Brasil - ganhe desconto e brindes exclusivos.




Gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.