Facebook Popup Widget



   Artigos

 Dicas de Poker no facebook Dicas de Poker no Twitter Clube Dicas de Poker

15/01/2009


Como ser um Bully
(por Gus Hansen)


Muitos jogadores entendem os conceitos envolvidos em construir um grande estoque de fichas durante um torneio. O que eles não entendem, entretanto, é como usar as suas fichas efetivamente quando as conseguem. Quando acumulam muitas fichas, muitos jogadores querem controlar a ação, mas eles não pensam o suficiente em como assumir o controle da mesa.

Quando eu sou o big stack num torneio, ser um bully (jogador agressivo que dá muitos raises forçando os outros a largarem as suas mãos)  é quase sempre a minha primeira consideração. Eu quero eliminar jogadores, continuar construindo o meu stack, e evitar situações perigosas. Se eu consigo criar um cenário onde sou o capitão da mesa – onde eu determino o tamanho dos potes – o resto da ação se torna mais fácil. Eu posso frequentemente roubar os blinds e antes, e se alguém dá um re-raise, é bem fácil colocá-lo numa mão, pois eu sei que ele só pode voltar em mim com mãos realmente fortes.

Um dos primeiros passos para se tornar um "big stack bully" eficiente é ficar atento aos seus oponentes e ao tamanhos dos seus stacks. Não deixe os short stacks entrarem all-in facilmente com qualquer ás. Se você dá raise com uma mão tipo 98s e um short stack volta all-in, então você acabou de criar um situação ruim. Mesmo que você tenha odds para dar call, você não quer dobrar ninguém em fichas.

Você também precisa reconhecer aqueles jogadores que não enfrentarão um bully ou aqueles que apenas estão tentando sobreviver para ganhar algum dinheiro, mas estão com tão poucas fichas que a única saída e ir all-in. Em algum momento, todo jogador chega ao seu limite. Você deve estar ciente desse momento para não dar fichas de graça a quem está pronto para te enfrentar all-in, colocando você numa situação ruim.

Às vezes, ser um bully significa que você terá que dar calls marginais mesmo quando não quer. Por exemplo, se eu sinto que o short stack está indo all-in com qualquer ás, às vezes eu faço um gamble, mesmo sabendo que estou atrás dele antes do flop. Se estou com alguma coisa tipo KQs, tentarei tirar o jogador do torneio. Jogarei basicamente com qualquer coisa até K8s, pois se ele tem alguma coisa como 66 ou um ás fraco, é uma escolha com a qual eu posso viver.

Claro, ser um bully não significa que você deva deixar sua agressividade acima do seu bom senso. Jogando um poker inteligente – dando raise nos momentos certos contra os oponentes certos – é sempre algo para manter em mente. Por exemplo, se você está dando raise do button com uma mão fraca como T6 contra dois short stacks nos blinds e um deles volta all-in, você criou uma situação ruim, a qual você poderia ter certamente evitado.

Se estou dando raise nesses potes com mãos tipo K9, JT, A9, eu não estou me preocupando muito em ser chamado ou levar um re-raise do short stack. Mas com T6o, você deve pensar – talvez eu não precise perder um monte de fichas com esta mão e dobrar alguém em fichas. Um boa regra de bolso aqui é perguntar a si mesmo se seu oponente entraria all-in com T6. A resposta é: provavelmente não. Ele teria largado essa mão, então, você criou uma situação ruim por ter dado o primeiro raise.

Quando você está tentando ser um bully, tente pensar sobre o que o seu oponente faria se estivesse segurando as suas cartas. Ponha-se na posição deles e inverta as mãos. Se você acredita que eles iriam all-in com a mesma mão que você esté segurando, então, você provavelmente deveria ir também.

Existem algumas mãos que você jogará de qualquer maneira e, se você estiver atrás, não fique preocupado em perder. Apenas diga a si mesmo - desta vez tive azar, da próxima será diferente. Se você dá um raise com A8 no button e o blind volta all-in com AT - bem, isso acontece. Esqueça essa mão e siga em frente.

Para ser um bully bem sucedido, você deverá aceitar correr alguns riscos e perder algumas fichas. Lembre-se, não há problema em perder uma batalha no intuito de vencer a guerra.


Artigo de Gus Hansen traduzido pelo Dicas de Poker. Texto original disponível em: http://www.fulltiltpoker.com/pt/pro-tip/GusHansen/122.




Gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.