Facebook Popup Widget



   Artigos

 Dicas de Poker no facebook Dicas de Poker no Twitter Clube Dicas de Poker

01/08/2009


Vencendo partidas insanas
(por Ed Miller)


Quatro passos simples


Há algumas edições, eu falei sobre a estratégia infalível para se ganhar em no-limit hold'em entrando com menos fichas. Desde então, vários leitores me fizeram a pergunta natural: "Então, eu uso sua estratégia para dobrar minhas fichas. E depois?"

Boa pergunta. Felizmente as idéias estratégicas permanecem inalteradas. Apenas siga quatro passos simples:



Prepare-se mentalmente para apostar tudo

Você terá que apostar todas as fichas em partidas insanas. Não é incomum enfrentar um all-in duas ou três vezes em uma sessão. Você não pode se proteger disso. Se planejar sua estratégia de modo a não apostar tudo, irá perder.

É lógico que você não irá perder tudo em uma mão, mas, se você se recusar a ir de all-in, ao longo de uma série de mãos você eventualmente perderá tudo. Jogadores insanos irão aumentar as apostas e lhe desafiar a jogar em potes com all-in. Não fuja deles; abrace-os.

No final das contas, potes grandes são divertidos, ainda mais quando se está em vantagem, coisa que você terá se continuar lendo.

Sempre leve consigo pelo menos cinco buy-ins para a cardroom. Se isso for dinheiro demais, desça de limites. Se você não puder descer, compre menos fichas. É muito melhor dividir seus $300 em seis buy-ins de $50 do que comprar $200 em fichas e jogar como um fraco.



Jogue com mãos prontas, não com draws

Em partidas insanas, grande parte do dinheiro entra pré-flop e no flop. Se você comprou poucas fichas, pode ficar de all-in no flop. Mas mesmo com 100 big blinds ou mais, geralmente a metade ou mais de seu estoque será apostado até o flop, e você essencialmente estará comprometido com o pote.

Você não tem tempo para tentar formar uma mão. Se estiver jogando em uma mesa de $1-$2 com estoques de $200 e quatro pessoas apostam $20 pré-flop e $80 no flop, você provavelmente chegou a um ponto em que não pode voltar atrás.

Por exemplo, digamos que cinco jogadores entrem de limp e você aumente para $20 com A-Q. Quatro deles pagam, então há $100 no pote. O flop vem A-J-8 com duas do mesmo naipe. A mesa roda em check. Você poderia apostar tudo imediatamente. Ou, dependendo da situação, apostar aproximadamente o valor do pote.

Porém, se apostar menos, não estará se protegendo de modo a poder desistir se as coisas ficarem meio perigosas. Esse dinheiro vai entrar eventualmente, apenas não nesse instante. Se uma carta perigosa aparecer no turn e alguém apostar, você irá pagar. Afinal, essa é uma partida insana, e em jogos assim as pessoas cometem loucuras de verdade. Você tem apenas $80 restantes, e no pote há pelo menos $380. Não há como largar.



Poker Odds

Se, em um bordo com A J 8 e você tem A Q com o top pair, enquanto um oponente segura 6 2, com flush draw, você tem 63% de chance de levar a mão.

É por isso que você deve preferir mãos prontas, e não draws. Mesmo que os estoques sejam de 100 ou 150 big blinds, suas decisões mais importantes sobre permanecer ou sair ainda serão tomadas no flop. Você deve querer tomar essa decisão ao flopar uma trinca ou o top pair, não uma queda para a gaveta ou o par mais baixo.



Fique de olho no dinheiro morto

Dinheiro morto é o que faz partidas insanas valerem a pena. O que é dinheiro morto são todos aqueles calls pré-flop feitos por pessoas com mãos como 7-6 que acertam quedas para a gaveta ou o par mais baixo. Se você estiver jogando $1-$2 e vir a ação ser aumentada para $15, e tiver call, call, call, tenha certeza de que muitos dos $60 do pote é dinheiro morto.

Diz-se morto porque aqueles que deram call geralmente não podem comprometer o resto de seus estoques para salvar os $15 investidos. Tire vantagem desse fato fazendo reraises com mãos com as quais você normalmente não faria isso.

Por exemplo, eu estive em uma partida insana de $2-$5 certa vez, com um estoque de cerca de $500. Antes do flop, um jogador entrou de limp, e eu também, com um par de dois.

O jogador seguinte fez tudo $50 e cinco pessoas pagaram até chegar minha vez. Eu fui de all-in.

Você pode achar que eu fui louco. Como muitas pessoas gostam de dizer quando eu relato essa mão, um par de dois é um coinflip ou está muito atrás de um par maior. Se alguém tivesse pagado, eu provavelmente teria ficado em apuros.

Mas o dinheiro morto faz a jogada. Sempre que cinco jogadores entrarem no pote, você pode ter certeza de que muitos deles têm mãos fracas. Eles pagaram $50 com 9-7 ou A-4 ou K-T, na esperança de ver um flop favorável. Infelizmente, esse é um risco inicial muito grande para se correr com mãos assim. Já que se sabe que seus oponentes provavelmente têm mãos fracas, você tem grandes chances de ganhar todo o dinheiro morto.

Depois de eu ter ido all-in, o jogador que tinha inicialmente aumentado hesitou durante um instante e deu fold. Os quatro seguintes desistiram rapidamente. O último, que originalmente tinha entrado de limp do under the gun, pensou durante muito tempo.

Ele ficava repetindo: "Eu sei que você não tem uma mão grande", e "Eu provavelmente tenho a melhor mão", na tentativa de me irritar. Eventualmente, ele desistiu também, revelando que tinha K-Q.

Diante do fato de eu ter pelo menos pagado os $50 originais com meu par de dois, eu arrisquei $450 a mais pela chance de levar o pote de $350 imediatamente. Mesmo que o jogador que segurava K-Q tivesse pagado, eu ainda teria feito a jogada correta para essa mão.

Eu seria ligeiramente favorito, e estaria arriscando $500 para ganhar $750. Ter odds de 3-para-2 em uma disputa equilibrada é bom, mas não tão bom quanto ganhar sem uma batalha. De qualquer maneira, meu all-in tinha um grande ponto forte, e valeu a pena ao me garantir o dinheiro morto.



Entre para decidir

Apostar em partidas insanas requer correr riscos calculados com grandes parcelas de seu estoque. Não se acovarde! Houve uma época da minha carreira em no-limit em que eu desistiria de meu par de dois. "Eu entro de limp depois de um limper, e agora de repente eu finjo um par de ases? Ninguém vai acreditar em mim. Alguém vai pagar com um par, eu sei disso".

Esse temor é justificável. A história poderia ter acabado de outra maneira, e, caso eu tente a mesma jogada de novo no futuro, tudo pode explodir na minha frente. Mas é assim que você ganha. Não é fazendo a jogada certeira que faz de você um grande jogador. Todo mundo sabe o que deve ser feito. É correndo o risco – o risco bom – que outros jogadores jamais imaginariam ou se convencem a desistir que faz com que você se destaque na multidão.

Então, a fórmula é muito simples. Jogue apenas com pares ou cartas altas antes do flop. Procure oportunidades em que você sabe que o pote é gordo e cheio de calls fracos, e então aproveite a ocasião apostando alto pré-flop com seu par pequeno ou no flop com seu modesto top pair. E, se quando você falhar e tudo der errado, erga sua cabeça, tire sua carteira do bolso e grite: "Rebuy!"


Artigo de Ed Miller, publicado na revista Card Player Brasil Ano I, N°. 10.




Gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.