Facebook Popup Widget



   Artigos

 Dicas de Poker no facebook Dicas de Poker no Twitter Clube Dicas de Poker

06/02/2011


Vencedores atacam jogadores fracos
(por Alan Schoonmaker)


Para maximizar os ganhos, torne-se um predador.


O poker é um jogo predatório, e todos os predadores bem sucedidos atacam os mais fracos. Se lobos e leões não atacassem presas fracas, morreriam de fome. Assim, eles atacam filhotes, deficientes e fêmeas prenhas.

Você pode não gostar de pensar em si como um predador, mas se não atacar como um, você não vai ganhar muito dinheiro. Pior ainda, se você atacar jogadores mais fortes, vai perder. Obviamente, se tiver a melhor mão, deve atacar qualquer um, mas você precisa de uma mão muito melhor contra jogadores fortes. Eles geralmente têm boas cartas e jogam bem com elas, enquanto os fracos geralmente têm cartas ruins e jogam mal com as mesmas.

Vencedores sempre veem quem entrou no pote antes de se comprometerem. Se um jogador forte já estiver no pote, eles podem largar cartas com as quais normalmente jogariam. Se jogadores fracos estiverem no pote, eles podem aumentar com mãos mais fracas que o usual para manter os jogadores mais fortes fora. Atacar a fraqueza é uma estratégia padrão. Barry Shulman escreveu: "No poker o importante é atacar a fraqueza. Podem ser mãos fracas, jogadores fracos ou simplesmente jogadas fracas". ("Shulman Says," Card Player, 24 de outubro de 2003).






Que Jogadores Você Deve Atacar?

A resposta, claro, é "depende". Praticamente todo mundo consegue derrotar bêbados e pagadores, enquanto outros tipos podem ser fracos para você, mas não para mim (e vice-versa). Por exemplo, como eu sou conservador, enfrento problemas com jogadores agressivos e traiçoeiros. Porém, se você for um apostador agressivo que encara jogadores insanos, pode perder para os mais tight.

A evolução fez com que animais predadores bem treinados atacassem certas presas e deixassem outras em paz. Como você não possui essa habilidade de reconhecimento automático, deve analisar seu próprio estilo, pontos fortes e fracos para decidir que jogadores são suas "presas naturais".

Quando as tiver identificado, escolha as mesas, assentos e táticas que mais lhe favorecerem. Por exemplo, se você se dá bem contra maníacos, procure mesas insanas, sente-se à esquerda dos maiores maníacos e dê reraise para isolá-los. Se jogadores weak-tight de no-limit hold'em forem suas presas naturais, espere até que as mãos deles estejam claramente definidas e o bordo seja perigoso, então leve o pote ali mesmo.

Obviamente, você não deve atacar apenas suas presas naturais. Quanto mais jogadores você puder derrotar, melhor. Portanto, continue tentando aprender a vencer novos tipos de jogadores.



Quando os Jogadores Ficam Vulneráveis?

A vulnerabilidade de quase todo mundo muda com frequência. Depois de ler um livro ou contratar um coach, um pagador pode lhe trazer uma surpresa desagradável. Ou pode se cansar de ser vítima e decidir revidar.

Os resultados de hoje podem mudar drasticamente a vulnerabilidade de um jogador. Uma bad beat ou grande perda pode fazer com que jogadores bons tiltem, e um rush pode rapidamente transformar um pagador em um oponente duro e agressivo. Dessa forma, você deve sempre se perguntar: "Quão bem ele está jogando agora?"

Se sua presa natural começar a revidar de forma eficiente, escolha outra presa. Se um jogador forte tiltar, coloque pressão para explorar e prolongar a fraqueza dele. Caso um jogador que você consiga facilmente ler e controlar se torne ilegível e imprevisível, recue, estude o jogo dele até conseguir ler e controlar suas ações, e só então ataque, de maneira diferente.



Como Você Afasta Suas Presas Naturais?

Não há como explorar pessoas que não jogam com você, mas, ainda assim, inúmeros jogadores afastam seus melhores "clientes". Se homens de negócios tratassem os clientes da maneira como alguns jogadores tratam os fracos, iriam à falência. Por exemplo, jogadores são geralmente criticados, envergonhados e até humilhados, especialmente depois de provocar uma bad beat. "Seu imbecil! Você devia parar de jogar poker!"

Também é possível perder a ação vinda deles caso não gostem de jogar com você. Alguns jogadores ruins querem socializar e baralhar, mas muitos oponentes bons não farão isso. Eles ignoram as perguntas e conversas deles, reclamam que não agem rápido o suficiente ou simplesmente se recusam a jogar com eles. A socialização custa pouco (ou nada) e uma pequena perda com uma baralhada de vez em quando pode trazer grandes dividendos.

David Fromm e Ray Zee são jogadores bem sucedidos de high-stakes que escreveram:

"Baralhe com eles quando as condições forem ideais... Não jogue de maneira irresponsável, mas você pode baralhar um pouco... em situações limítrofes, mesmo que você possa ter a pior mão. Eles querem ação, e você está dando isso a eles...

Se fizer todas as coisas que nós recomendamos, os jogadores fracos vão querer jogar com você. Eles vão passar mais tempo nas suas mesas... e vão lhe dar mais ação... Eles sabem que estão lhe dando uma vantagem, mas é divertido, e eles estão aqui para se divertir. A melhor coisa que você pode ouvir de um jogador é: 'Venha se sentar aqui' ou 'Vamos pra uma mesa cara que esteja rolando'" (World Class High-Stakes and Shorthanded Limit Hold'em, ainda não publicado).



Que Motivações "Irracionais" Afetam Seu Jogo?

Eu estou usando uma definição restrita: qualquer coisa que reduza os lucros é "irracional", ainda que satisfaça outras motivações. Fatores irracionais afetam o jogo de todo mundo, até mesmo o seu, e quanto mais claramente você compreender seus próprios motivos, de forma mais racional vai agir. Discutirei algumas motivações que impedem algumas pessoas de atacar a fraqueza:


Atração sexual e relacionamentos pessoais:
Tanto homens quanto mulheres geralmente permitem que esses motivos atrapalhem ou mesmo eliminem seus ataques a determinados jogadores fracos.


Cavalheirismo, desportividade e um desejo de "combater com lealdade":
Algumas pessoas não gostam de explorar jogadores fracos. Eles diminuem os ataques ou simplesmente não atacam quando um oponente parece muito vulnerável. Eles também podem querer provar que são capazes de derrotar jogadores difíceis, ou acham que não tem graça derrotar os fracos.


Frustração devido a bad beats:
Pagadores são muito fáceis de derrotar, mas também podem ser bastante frustrantes. Não importa o que você faça, elas vão pagar, pagar, pagar e ocasionalmente acertar um draw que lhe derrote. Alguns jogadores ficam tão frustrados que simplesmente não jogam em mesas loose-passive ou jogam mal com suas mãos. Um amigo me disse que sabia que um pagador tinha um flush draw, mas não apostou no turn por que "ele sempre acerta os flushes contra mim". Como ela era azarão em 4-1, a afirmativa dele era absurda, mas não tão incomum.


Gosto pela diversão ou pelo risco:
O poker lucrativo é um trabalho muito chato. Você precisa dar fold, fold, fold, estudar constantemente os outros jogadores, calcular o EV de várias opções e fazer diversas outras tarefas desagradáveis. Então, quando algo dá errado, você precisa relevar, permanecer concentrado e continuar a jogar adequadamente. É muito mais natural e divertido socializar, jogar muitas mãos, fazer jogadas atrevidas e assim por diante.



Conclusão

Caso seus outros motivos sejam mais importantes para você que seus lucros, faça o que lhe satisfaz. Mas reconheça e aceite que, procedendo dessa maneira, você vai perder dinheiro, talvez muito. Se você quiser maximizar seus lucros, ignore tais motivações, identifique suas presas naturais e então, quando tiver uma vantagem, ataque brutalmente.


Artigo de Alan Schoonmaker, publicado na revista Card Player Brasil Ano 3, N°. 26.




Gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.