Facebook Popup Widget



   Artigos

 Dicas de Poker no facebook Dicas de Poker no Twitter Clube Dicas de Poker

26/11/2011


Dificuldades de "Multitable"
(por Matt Lessinger)


Quatro razões para não exagerar.


Na minha última coluna, eu sugeri que você descobrisse seu número ideal de mesas para jogar online. Mas, caso não tenha se convencido, irei discutir aqui algumas das dificuldades de exagerar no "multitable" (jogar em múltiplas mesas ao mesmo tempo).

Eu talvez esteja me prejudicando ao escrever essas duas colunas. Como eu jogo muitas horas online, estou meio que desejando que as pessoas não me escutem, especialmente se jogarem nas minhas mesas.

Grande parte de meus lucros vêm de bons jogadores que me dariam mais trabalho se estivessem jogando um número razoável de mesas. Mas, como estão em mais mesas do que podem razoavelmente administrar, eles perdem uma vantagem significativa para jogadores de habilidade compatível que estão jogando bem menos mesas.

Apesar disso, eu tenho como obrigação dar bons conselhos. Obviamente, seguir ou não minhas sugestões só depende de você. Eis aqui quatro razões para não exagerar no jogo multitable:



1. Você não consegue estudar seus oponentes.

Como você está quase sempre envolvido em uma mão, nunca terá o tempo livre necessário para acompanhar o que seus oponentes estão fazendo. Logicamente, é possível ter uma ideia geral de quem joga melhor, mas não conseguirá identificar as características de jogo individuais de seus outros oponentes. Você precisa saber quem joga mais mãos do que deveria, quem é mais tight que o normal, quem faz blefes de dois tiros e quem não faz, e assim por diante. Em resumo, deve saber quem é capaz de quê.

Também é preciso ter a oportunidade de ver históricos de mãos anteriores. Caso você tenha perdido a ação em determinada mesa, deve ser capaz de revê-la e saber o que aconteceu. E se uma mão chegou até o showdown, vale a pena ver que cartas seus oponentes tinham. As ações deles, combinadas com as cartas que seguravam, podem lhe dar uma clara visão do estilo de jogo deles. Mas quando você tem mais mesas abertas do que pode suportar, realizar todas essas tarefas se torna quase impossível.



2. Você cai em um estilo de jogo com base em fórmulas.

No meu Livro dos Blefes [Raise Editora, 2008], eu menciono que duas chaves importantes para o sucesso de longo prazo no poker são descobrir os padrões de seus oponentes e evitar cair em padrões previsíveis. Quando você joga mesas demais, não faz nenhuma dessas duas coisas. Não é possível diversificar o jogo tanto quanto deveria. Muita energia é gasta apenas tentando acompanhar a ação.

Você pode conseguir ser bem sucedido em um primeiro momento com um jogo baseado em fórmulas. Mas, supondo que enfrente regularmente os mesmos oponentes, eles estarão lhe observando. Eles vão tomar notas, saber qual é seu estilo de jogo e se moldar. Basicamente, se eles estiverem jogando menos mesas do que você, vão fazer coisas que você não consegue fazer. Ao longo do tempo, você vai jogar da maneira que eles querem, e pode nem sequer perceber.



3. Você vai enfrentar muitas decisões difíceis se jogar muitas mesas de no-limit hold'em.

Uma sessão de no-limit hold'em normalmente é composta de muitos confrontos pequenos e alguns maiores, e estes, em geral, definem seus resultados finais. Um estilo sólido e agressivo pode lhe tornar um vencedor nos pequenos confrontos, mas quando os maiores aparecem, você vai querer saber mais sobre seus oponentes.

Isso está em perfeita sintonia com a razão nº 1. Ao jogar muitas mesas, você não se dá a chance de realmente conhecer seus oponentes. Então, quando um deles coloca uma grande aposta ou raise, como você lida com isso? Pode-se tentar supor o que o oponente tem, mas isso nunca vai passar de adivinhação, e sem nenhuma informação. Todo mundo inevitavelmente comete certos erros — dar call com a pior mão ou dar fold com a melhor.

Mas, quanto mais mesas você jogar, mais equívocos vai cometer por mesa. Um ou dois desses erros extras vão inevitavelmente se dar durante seus grandes confrontos, e vão potencialmente eliminar qualquer vantagem que você tenha conseguido nos potes menores.



4. Você vai enfrentar dificuldades ao tentar jogar modalidades diferentes.

Se você for especializado em uma forma de limit poker, desconsidere isso. Você certamente terá mais facilidade jogando multitable do que alguém que prefere outra modalidade. Enquanto fã de mixed games, eu sei que estou sacrificando minha habilidade de jogar multitable com eficácia. Mas, desde que reconheça isso, estou muito à frente de alguém que tenta administrar mesas demais de variantes diversas.

Por exemplo, se eu jogar apenas cash games de Omaha eight-or-better 10-handed, consigo suportar confortavelmente quatro mesas de uma vez. Mas se eu estiver jogando um rodízio de oito modalidades six-handed, mais de duas mesas já seria difícil.

Eu consigo acompanhar dois jogos, mas geralmente termino uma sessão me sentindo mentalmente esgotado. Felizmente, não cometi um erro crítico, como achar que estava jogando stud eight-or-better ou Omaha eight-or-better em vez de pot-limit Omaha.

Contudo, já vi meus oponentes fazerem isso várias vezes, e tenho certeza de que eles cometem esse erro porque estão jogando mesas demais. Quando o jogo muda em determinada mesa, eles não percebem. Eu tiro proveito disso o tempo todo.

Obviamente, você não precisa estar jogando mixed games para ter esse problema em potencial. Se tiver uma mesa de stud e uma de stud eight-or-better abertas, é fácil confundi-las às vezes. A mesma coisa pode acontecer se você jogar five-card draw e triple-draw lowball, ou Omaha e badugi. Quaisquer duas modalidades que possam ser confundidas uma com a outra não devem ser jogadas simultaneamente.

Não se engane.

Você pode estar pensando: "É, todas essas coisas acontecem, mas não comigo. Eu sou inteligente o suficiente para evitar esses problemas".

Um dos melhores jogadores de cash games do mundo escreveu sobre ter jogado H.O.R.S.E. de $200-$400 e ter achado que estava jogando stud eight-or-better em vez de stud high. Se isso pode acontecer com ele, é melhor acreditar que pode acontecer com você também.

Se você ainda acha que consegue evitar todas as dificuldades que mencionei, pode ser esperto, mas provavelmente não tanto quanto acha que é. E, como eu disse no início desta coluna, para mim tudo bem. Se você estiver na minha mesa, isso vai acontecer em meu benefício!


Artigo de Matt Lessinger, publicado na revista Card Player Brasil Ano 3, N°. 29.




Gostou do artigo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.